COMO EDUCAR OS FILHOS

513Visualizações 2020/7/5
1 0 Salvar Denunciar
  • Clique para assistir mais tarde
X
  • Faça o login para usar
X
  • Feedback enviado com sucesso
Anúncio
+ Expandir - Retirar
Próximo vídeo
Comentários de usuários
  • Pâm

    "O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga" - Provérbios 13:24 (Bíblia Sagrada). Concordo que bater com raiva e sem dialogar não leva a lugar nenhum, ou pior, leva para o sentido contrário, mas existe a forma correta de castigar. A maioria das crianças necessita entender que a desobediência leva a uma consequência ruim. Neste caso devemos deixar a raiva passar, conversar com a criança, e fazer uso sim da vara, não com o intuito de machucar nem de descontar a raiva, mas com amor para corrigir. Desta forma não iremos nos passar e ferir nossos filhos nem traumatiza-los. Não podemos confundir nossa relação com nossos filhos com a nossa relação com nossos cônjuges. Temos a obrigação de ensinar os nosso filhos o certo e o errado, pois eles não nascem sabendo, e a esposa ou marido, deduz-se que já tenham aprendido com seus pais.

    + Expandir - Retirar
  • Stanus Sousa

    Isso não prática não funciona!

    + Expandir - Retirar
  • Denise Oliveira

    Os pais que resolvem colocar de castigo desde cedo, hj em dia garanto q ja perderam o controle da criança. Umas palmadas faz mau não. Sou contra espancamento so q tem momentos em q so as palmadas resolve

    + Expandir - Retirar
  • Gleis Carla

    AFF só eu ou tem mais mães que acham lindo tudo que ela falou,mas não tem resultados tentando aplicar esse tal diálogo

    + Expandir - Retirar
  • Tati Queiroz

    Você é psicóloga? Pq conversei com psicóloga infantil, ela me disse que concorda sim em colocar a criança de castigo, ela tem que entender que para os seus atos existem consequências.

    + Expandir - Retirar
  • Priscilla Biagi

    Shi, não concordo com seu pensamento... É minha opinião tá. Acredito que a criança precisa de disciplina. Meus pais colocava eu e meu irmão bastante de castigo e às vezes mas poucas vezes nos dava uma varadinha má perna.. Kkk nem por isso eu cresci revoltada, não fiquei traumatizada. Ma verdade me ensinou o que eu deveria aprender. Tanto que depois que meus pais me corrigia logo e abraçava dizendo que dói neles, mas era para eu aprender. Isso me marcou muito. Bjs

    + Expandir - Retirar
  • Danny Vereda

    Kkkkk vim só rir dela, meu filho tem 1 ano e sete, já notei que bater deixa ele mais revoltado, a ponto de se bater e se morder, vim aprender como colocar de castigo, mas o que esse vídeo ensina é não fazer nada... Aff

    + Expandir - Retirar
  • L1n0

    Acho q minha mãe escreveu dialogo no chinelo

    + Expandir - Retirar
  • Bruna Vaoli

    Acho que isso funciona com crianças pequenas, agora grandinho que já entende e ainda fazem bobagem acho que deve ficar de castigo sim, sem brincar com os amigos, sem celular, sem tv. Isso é mostrar que existe consequências, não vejo como ensinar isso de outra forma. Palmadas tb não matam ninguém nem traumatizam se feitas com amor e na medida. Espancamentos não ensinam, isso sou contra, bater com raiva. Agora, por de castigo, acho fundamental na educação, não podemos perder a mao na educação dos filhos..

    + Expandir - Retirar
  • Tacyanna Holanda

    Amiga, concordo em gênero, número e grau, mas na prática... rs , principalmente com 2, a gente pira e às vezes sai de si, quando vê, já foi.

    + Expandir - Retirar
  • Deisi Domingues

    O que tem a ver ... bater na mulher e bater no filho? Vc tem demência? Bater no filho "dar palmada" É um modo de educação!!!! Agora um homem n tem direito de bater em mulher pq ele n está educando ela, ele está AGREDINDO !!!! Comparação mais idiota pra uma "profissional" hemm!!!

    + Expandir - Retirar
  • Bianca Oliveira

    Nossa eu discordo totalmente dos seus argumentos. Você corrigir o SEU FILHO com uma palmada ou qualquer que seja a "punição ou castigo " que você acha coerente e cabível ao oque ele fez, tá certíssimo. Criança tem que aprender oque é certo e errado. Nao sou a favor que se espanque uma criança e deixe marcas como lição ( Isso jamais ) Porem as crianças aprontam coisas dos mais diversos feitios e Inácio que apenas conversa em algumas situações não bastaram como fonte de aprendizado. Filhos devem respeitar os pais. E acho que ha momento pra tudo . E nisso também se encaixa a personalidade da criança. Isso deve ser levado em conta e acho isso muito importante na hora de decidir como será a criança e logo como será os castigos dessa criança. Se você age assim com seus filhos e tá dando certo que bom. Pois é sua opinião sobre a assunto seus filhos e sua casa. E outra igualar um relacionamento de mãe e olho com o de um casal ( foi sem noção) pois não ha oque comparar .

    + Expandir - Retirar
  • lorenzo Silva

    Suas dicas são totalmente equivocada!!!

    + Expandir - Retirar
  • Villiana Luz

    Concordo plenamente com seus conselhos! Sim, apanhei do meu pai e meus irmãos também apanharam, e, sim, nunca nos ensinou, ao contrário, criou muita mágoa e resentimento em todos nós. Já minha mãe sempre conversou com a gente e com isso ela adquiriu respeito de todos os filhos.

    + Expandir - Retirar
  • Camila Brandão Carnelossi

    Oi Shirley! Adoro seus vídeos, sou gestante, mamãe de primeira viagem e muita coisa me ajuda por aqui. Mas o assunto educação/castigo é demais de polêmico. Sou psicóloga infantil e vou compartilhar o que normalmente oriento meus papais na clínica (não sei como serei como mãe, espero que minhas orientações a eles funcionem pra mim pq ....santo de casa não faz milagre né rs). Bom, quanto a bater concordo que gera uma revolta gigantesca na criança, a torna agressiva e opositora. Sem contar que, dependendo da surra, pode levar a traumas e mágoas pelos pais por muito tempo. Tenho colegas psicólogos que concordam com o não castigo. Já eu, não vou muito nisso, pois pra mim é utopia. A criança precisa entender que atitudes têm consequências!!! E sim, precisamoa ensiná-las a pensar. Mas dialogar com uma criança de 2, 3 anos por exemplo fazendo ela se tocar do erro é furada... pq a criança não tem maturidade e julgamento moral e crítico desenvolvido pra isso. O ideal, em crianças menores é vc, depois que ela se acalmar obviamente, sentar, ensinar que aquilo foi um erro (e não fazer com que ela conclua sozinha pq é impossível) e aplicar uma consequência cabível pra compreensão dela naquele momento. Pode ser proibir algo legal naquele dia, ou qualquer coisa que faça sentido na relação e dinâmica da família. Mas crianças pequenas não tem noção de tempo. Eu vejo meus pacientinhos uma vez por semana e em todas sessões eles dizem "tia, amanhã quando eu voltar aqui...." Eles não têm noção de tempo, então castigo longo, tbm furada. Cantinho do pensamento, maior balela. Castigo de quantidade de minutos para quantidade de idade (coisas de super nanny) também não funcionam. Vai deixar uma criança de 10 anos, que já tem um pensamento abstrato melhor formado, 10 minutos de castigo... não faz sentido! Passa rápido e ela nem teme a consequência dos atos. Acredito que o melhor é sempre ensinar que as atitudes têm consequências (para não se tornarem adolescentes desenfreados e adultos mimados), mas sempre de acordo com a capacidade da criança em entender aquilo. Quanto mais o tempo passa, a criança cresce, melhor e mais coerente a técnica do diálogo!! Por outro lado, castigos a esmo são péssimos pro desenvolvimento sócio emocional do sujeito, uma vez aue podem prejudicar autoestima e podem geram adultos inseguros, com medo de tudo e sem sucesso profissional e pessoal, pq se acham errados e incapazes de tudo. Espero ter contribuído um pouco!!! Mais uma vez, adoro seu canal!! Um beijo!!

    + Expandir - Retirar
  • Ed SR

    Eu ponho de castigo e depois dou uma palmada

    + Expandir - Retirar
  • Emyllainy Araujo

    E muito difícil pra uma criança de 3anos entender o que e diálogo .discordo mas. Respeito seu posicionamento

    + Expandir - Retirar
  • Leticia Oliveira

    Oi, você poderia falar um pouco sobre teimosia, minha filha tem três anos e é extremamente teimosa! Eu já não sei mais o que fazer!!!! Pode ser erro meu mas como concertar? Obrigada.

    + Expandir - Retirar
  • Mariana V

    Fala mais sobre a Disciplina Positiva.

    + Expandir - Retirar
  • Paola Dias

    Pode até funcionar com filhos de alguém mas não. Eu parei de dar palmada, comecei colocar de castigo, foi a melhor coisa, vi um vídeo de um pediatra oriental já falecido. Ele explicava como por de castigo, no começo é difícil mas depois é ótimo, não tem coisa melhor pra criança ensinar.

    + Expandir - Retirar
  • HEgtr

    Caraí...quanta besteira... É por causa dessa educação aí que hoje aumenta o número de jovens mal acostumado ... Insatisfeitos com tudo.. sem respeito pelos pais ou mais velhos . Num se dão bem com a vida adulta... Amadurecem muito tarde .. enfim.. que merda.. cantinho pra se acalmar kkk daí o muleque num respeita o cantinho .. sai dali.. num fica queito ...repete várias vezes..e no final... acaba aprendendo que fingir que tá quieto... Que é só fingir que tá conversando que vai se safar..começa a pensar que ele tem culhão pra descutir com os pais .. pra exprimir a opinião dele... já era .. o pai já perdeu a moral.. o próximo passo dele e te mandar pro caralho..

    + Expandir - Retirar
  • krisnny

    Shirley, tal como muitos aqui eu discordo de alguns argumentos seus. Sou mãe de primeira viagem. Mas também fui professora de crianças pequenas, maiores, adolescentes, jovens e adultos. Então pude ver a reação à frustração, ao erro e ao não sob a perspectiva de várias faixas etárias. Como professora sempre tive de encontrar meios dialogáveis e educativos de correção e repreensão. Já que não competia a mim a árdua tarefa dos pais de dar uma 'palmadinha'. Costumo dizer aos meus pais que as vezes que apanhei não me ensinaram nada e que continuo fazendo o que fazia errado, que era briguinhas com minha irmã kkkk Então eu concordo que bater não ensina muita vezes. Porém, tampouco traumatiza quando feito de leve. Sou completamente contra a agressão física em espancamentos, surras e tal. Crianças devem ser amadas e amar é educar. Mas sou a favor do castigo sim. Inclusive, houve uma contradição no seu vídeo? Quando você disse que discorda do cantinho do castigo ou para pensar mas recomenda deixar a criança uns minutinhos sozinha refletindo pra depois dialogar e perguntar coisas sobre o ocorrido. Ou seja, deu igual. É cantinho do pensamento ou do castigo, cujo objetivo é refletir sobre a ação enquanto a mamãe se acalma e a criança também. O cantinho do pensamento funciona e castigos como suspender jogo, brincadeira, tv, videogame ou algo favorito funciona também. Ensina que pra toda ação há uma conseqüência. Tal como lá nos 6-8 meses ele aprendeu causa e efeito atirando brinquedos ao chão para que os pais pegassem e isso era parte do normal desenvolvimento psicomotor e social. Resumindo: Concordo em castigar e em casos em que o castigo não resolva, há crianças que aprendem passando a temer as consequências então uma palmadinha pode vir a ter efeito. Nada que machuque ou deixe marcas, lembrando que marcas emocionais podem ser permanentes. Já companho seu canal há tempo. Te parabenizo! ????????????????

    + Expandir - Retirar
  • Daiane Rangel

    Eu só queria saber quantas crianças q vc já teve criado assim como ensinou

    + Expandir - Retirar
  • Renata Rafaela

    Levei palmadas da minha mãe por merecer, e hoje sou gente, e me lembro bem do porque levei palmadas e hoje falo uma sobre o valor da obediência a seus pais....

    + Expandir - Retirar
  • Rosangela Cardoso

    suhsuhsuhsshss lindooooo no texto, na prático eu pago pra ver !!

    + Expandir - Retirar
  • Isabelle Maia

    Minha mãe sempre faz isso ela manda eu sentar relaxar depois conversa comigo

    + Expandir - Retirar
  • Mariely Lopes

    E para bebês o que você sugere? Somente explicar que o que ele fez está errado (jogar comida no chão por exemplo) é suficiente para que ele não faça mais?

    + Expandir - Retirar
  • Criação de Filhos

    É um desafio educar filhos! Mas sou cristã e tenho filhos, 1 deles já adulto cursando psicologia, e a varinha fez sim parte da educação deles. E se eu tivesse filhos novamente faria muita coisa diferente, mas a varinha que a bíblia me.ensinou continuaria funcionando, na hora certa. Respeito a opinião daqueles que educam de outra maneira, e no final o que define se uma receita é boa ou não, são os resultados. Bjus no coração ????

    + Expandir - Retirar
  • Irmã Lorena Lima

    Qual a diferença do cantinho do pensamento para o de se acalmar. Se ambos os dois são quase a mesma coisa. Confusa agora. Nunca pensei que criar um filho fosse tão difícil assim.

    + Expandir - Retirar
  • Jescica Andrade Ramalho

    Amo suas dicas. Mas com a minha filha na prática não consigo... vou tentar novamente. Bjos tudo de bom pra vc.

    + Expandir - Retirar
  • Sara Santos

    Oi sou mãe de gêmeos 2 anos n sei o qe fazer eles n me obedecem

    + Expandir - Retirar
  • Tio Lima

    Muito educativo o seu vídeo.Parabéns. Estou iniciando também um canal com animações para crianças.

    + Expandir - Retirar
  • Georgina Levita

    Aí quando cresce fica mimada ????

    + Expandir - Retirar
  • Sandra Regina Carreno

    Ótima dica ... eu como avó ... vou precisar muito no futuro ... hoje mentindo está com 5 meses ... mas sei que é bom aprender sempre como lidar com situações adversas ... obrigada bjusss

    + Expandir - Retirar
  • c g

    eu gostava que fisesse um vídeo sobre relações entre irmãos de diferentes sexos mais basiado em irmãos mais velhos para mais novos e que fale um bocado pela sua experiência Pois eu tou a adorar seus conselhos

    + Expandir - Retirar
  • Damon west

    Eu fui criado eu apanhei sempre minha mãe me batia pq eu olhava na parede que e isso minha vida n tem sentido

    + Expandir - Retirar
  • Walmor Souza

    Na hora é bem complicado, ainda mais quando a criança é abençoada em um segundo faz mil com.????????????

    + Expandir - Retirar
  • Renata A.A

    Isso que vc falou, pode até funcionar com crianças maiores, mais como eu que tenho uma filha de 1 ano, as vezes só dando um tapinha pra aprender, a não por coisas na boca ou ir pra lugares perigosos, aí falar sentar e conversar não funciona, pq eles ainda não entende...

    + Expandir - Retirar
  • Marc Mila

    Queria ver se os filhos são educados como você diz.

    + Expandir - Retirar
  • Andréia Claudino

    Ótimo ponto de vista...nos ajuda a refletir muito ????

    + Expandir - Retirar
  • Paula Alves

    ajuda como lidar em visita se a criança de 2 anos vê algo de comer e pede o que fazer quando era criança minha deixava de castigo qdo chegava em casa pra não pedir mais, acho errado como lidar com isso

    + Expandir - Retirar
  • Rafael Gomes

    Isso é uma louca! Meu Deus quanta locura.

    + Expandir - Retirar
  • Alana Queiroz

    Ain estou com um problema! Meu neném tem 7 dias de nascido e está com dificuldade para dormir. Às vezes ele dorme no peito mas assim que ele solta acorda e não dorme.

    + Expandir - Retirar
  • Sebastiao Nivaldo

    Como faço pro meu filho se intereça pela escola ele tem 6 anos

    + Expandir - Retirar
  • Daiene *.*

    Concordo, acho ótimo criar na base do diálogo, mas uma criança de 1 ano e meio, dois anos, o diálogo é bem difícil!!!!!

    + Expandir - Retirar
  • Cleuseni Oliveira

    Meu de 3 anos só fica de castigo se for amarrado kkkk não fica de forma alguma

    + Expandir - Retirar

Isenção de responsabilidade:

Este site oprera upload artigos em tempo real. Não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa a opinião pessoal dos redatores e não é a posição deste site. O usuário não deve confiar no conteúdo, mas deve julgar a autenticidade do conteúdo à sua própria.Os redatores têm o direito de escrever artigos neste site.

Como o site está sujeito ao modo de operação "publicação em tempo real", portanto, o sistema não pode verificar todos os artigos a tempo. Se você encontrar um problema, deixe uma mensagem ou entre em contato conosco.

O site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e rejeitar a publicação de qualquer pessoa e também o direito de não excluir o artigo. Nunca escreva linguagem ofensiva, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais. Este site reserva todos os direitos legais.